Será que vai chover?
Clique aqui para acessar a previsão do tempo no site da BBC London

Saiba como chegar a qualquer lugar de Londres acessando o site Transport for London
Procurando o telefone de alguém? Quer saber em que cinema o filme que você quer ver está em cartaz? Então clique aqui
Clicando AQUI você acessa as dicas da Leros para Londres, com aqueles LINKS que facilitam
a vida…
 

 

FIM DE ANO EM LONDRES
No mês do Natal, Londres oferece tanto atrações tradicionais como O Quebrador de Nozes (www.eno.org) quanto manifestações natalinas nada convencionais como Merry Christmas Motherf**kers (www.sohoteatre.com).
NInguém se reúne na véspera do Natal, a data é comemorada mesmo no almoço do dia 25, quando ná há transporte público.

O Ano Novo é mais agitado. Esse ano, pela primeira vez será cobrado ingresso (£10) para assistir à queima de fogos, mas eles podem ser avistados de diversas partes da cidade. Para quem prefere uma virada de ano em estilo brasileiro, no Guanabara, além da contagem regressiva à meia-noite, uma nova contagem é realizada às duas da manhã para as pessoas brindarem o Ano-Novo ao mesmo tempo em que a passagem do ano ocorre no Brasil. A festa deste ano conta com os DJs Vyzor e Moisés, show de samba com Samara Reis & Cia., e performance da London School of Samba, além de percussão ao vivo com Basil. www.guanabara.co.uk

A noite de Ano-Novo do Grace vai até as 5h da manhã e tem como tema o carnaval brasileiro. Além de música ao vivo com banda brasileira, a festa inclui performance de dança, engolidores de fogo, encantadores de serpentes e ilusionistas, entre outras atrações. www.gracebar.co.uk

 

Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player


 

23 anos de Leros,
como tudo começou

“Estou atravessando o Canal da Mancha em um ferry-boat com destino à Inglaterra. Quando eu desembarcar, certamente vão me fazer perguntas e as minhas respostas vão definir o meu destino para os próximos seis meses. Já roí todas as unhas enquanto Rosana lê um livro. Ela é marinheira de primeira viagem e como no Consulado Britânico lhe disseram que brasileiro não precisa visto para a Inglaterra, ela está tranquila. Desembarcamos em New Heaven e a adrenalina começa a percorrer minhas veias assim que vejo as placas ‘EEC’ e ‘Other countries’, separando os cidadãos europeus dos outros…”

Assim começava o artigo Entradas sem Bandeiras, publicado na primeira edição da Leros…


Leia o artigo completo clicando aqui